Sessão de Culto #85: Candyman

candymanEnquanto faz uma investigação para um mestrado sobre mitos urbanos, uma céptica estudante chama o monstro Candyman para o mundo real, iniciando assim um caminho sangrento.

Bseado no conto The Forbidden, do mestre do Terror Clive Barker (que produz o filme), Candyman é realizado por Bernard Rose. Trata-se duma obra bem desenvolvida, com as doses necessárias de gore e que, quando estreou, conseguiu agradar aos fãs do género, criando ainda um novo monstro cinematogáfico: Candyman, que mata as suas vítimas com um gancho.

here-you-looking-for-candyman-bitchO filme de Rose foi um pequeno sucesso crítico e comercial, dando origem a duas sequelas de pobre qualidade. Com o passar dos anos, tem cimentado cada vez mais o seu lugar dentro do género, ganhando um fiel seguimento de culto. Para trás fica o trabalho competente de Rose, a banda-sonora de Philip Glass, a interpretação memorável de Virginia Madsen e o começo de Tony Todd (Candyman) como uma das figuras mais conhecidas do cinema de terror contemporâneo.

Trailer:

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s