Pixels: Adam Sandler Vs Aliens

affiche-pixels-2015-5O Planeta Terra é alvo duma invasão extra-terrestre através de versões reais e gigantes de populares video-jogos anos anos 80. Cabe a três velhos amigos, um deles o Presidente dos Estados Unidos, encontrar forma de impedir o pior.
Pixels é baseado numa popular curta-metragem que fez algum furor pela internet fora, daí ter criado algum interesse antes da sua estreia. No entanto, com Adam Sandler, Kevin Smith e o grupo habitual dos actores, esperava-se o pior, mesmo quando encontravamos Chris Columbus na cadeira da realização o que, verdade seja dita, não é dizer muito. Columbus é argumentista de clássicos como Gremlins e The Goonies, realizador da excelente comédia Mrs. Doubtfire e ainda esteve por trás dos dois primeiros capítulos da saga Harry Potter, os piores e mais infantis. E estes são os pontos altos da sua carreira, já que depois encontramos coisas como Percy Jackson, por exemplo. Este Pixels entra na parte pior da sua carreira.
38927_bApesar do seu material de origem, Pixels vem provar o pior: é apenas mais uma comédia típica de Adam Sandler, que é também um dos responsáveis pelo argumento. Tudo o que faz parte do seu cinema está aqui: más personagens, piadas falhadas e momentos rídiculos. Tudo isto é misturado com acção e ficção científica e muitos efeitos especiais. Para além disso, Sandler consegue algo que, inexplicavelmente, faz em boa parte dos seus filmes: arrasta nomes de grande talento para o meio das suas aventuras. Neste caso encontramos Michelle Monaham, Peter Dinklage, Sean Bean e… Bryan Cox! Sim, Bryan Cox! Para mais, ainda consegue fazer com que Columbus seja um simples tarefeiro, alguém que está apenas a fazer o filme que Sandler quer.
Pixels pode até ter um ou outro momento que entretém. No entanto, em nada foge à fórumla de Sandler e consegue ainda arrastar, uma vez mais, talentos que nada fizeram para aqui estar. Pixels foi um dos fracassos comerciais e críticos do ano e rapidamente cairá no esquecimento.
O Planeta Terra é alvo duma invasão extra-terrestre através de versões reais e gigantes de populares video-jogos anos anos 80. Cabe a três velhos amigos, um deles o Presidente dos Estados Unidos, encontrar forma de impedir o pior.

Pixels é baseado numa popular curta-metragem que fez algum furor pela internet fora, daí ter criado algum interesse antes da sua estreia. No entanto, com Adam Sandler, Kevin James e o grupo habitual dos actores, esperava-se o pior, mesmo quando encontrávamos Chris Columbus na cadeira da realização o que, verdade seja dita, não é dizer muito. Columbus é argumentista de clássicos como Gremlins e The Goonies, realizador da excelente comédia Mrs. Doubtfire e ainda esteve por trás dos dois primeiros capítulos da saga Harry Potter, os piores e mais infantis. E estes são os pontos altos da sua carreira, já que depois encontramos coisas como Percy Jackson, por exemplo. Este Pixels entra na parte pior da sua carreira.

1280x720-kL2Apesar do seu material de origem, Pixels vem provar o pior: é apenas mais uma comédia típica de Adam Sandler, que é também um dos responsáveis pelo argumento. Tudo o que faz parte do seu cinema está aqui: más personagens, piadas falhadas e momentos rídiculos. Tudo isto é misturado com acção e ficção científica e muitos efeitos especiais. Para além disso, Sandler consegue algo que, inexplicavelmente, faz em boa parte dos seus filmes: arrasta nomes de grande talento para o meio das suas aventuras. Neste caso encontramos Michelle Monagham, Peter Dinklage, Sean Bean e… Bryan Cox! Sim, Bryan Cox! Para mais, ainda consegue fazer com que Columbus seja um simples tarefeiro, alguém que está apenas a fazer o filme que Sandler quer.

Pixels pode até ter um ou outro momento que entretém. No entanto, em nada foge à fórmula de Sandler e consegue ainda arrastar, uma vez mais, talentos que nada fizeram para aqui estar. Pixels foi um dos fracassos comerciais e críticos do ano e rapidamente cairá no esquecimento.

Trailer:

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s