Creed – O Legado de Apollo, Rocky e Stallone

creedpostersmallAdonis é um jovem que, apesar de tudo o que faz, tem apenas uma paixão: o pugilismo. Deixando tudo para trás, parte para a Filadélfia para seguir o seu sonho. Escondendo o facto de ser filho do lendário Apollo Creed, Adonis quer criar o seu próprio nome. Para tal, recorre à ajuda do antigo campeão Rocky Balboa.

Escrito e realizado por Ryan Coogler, que esteve por detrás do memorável Fruitvale Station, Creed é uma espécie de remake do clássico criado por Sylvester Stallone, Rocky, servindo ainda de sequela à sua saga. Coogler reune-se assim, uma vez mais, a Michael B. Jordan (protagonista de Fruitvale Station) e consegue ainda Stallone de regresso para a sua personagem icónica. No entanto, numa saga de tantos altos e baixos (especialmente Rocky V), a grande questão era: para que lado vai este Creed?

635712538022292039-XXX-CREED-SNEAKPEEK-MOV01-DCB-74168494Coogler pega na saga com toda a sua garra e traz-nos aquele que poderá ser o segundo melhor capítulo da saga, depois do filme inicial. Sempre com um excelente ritmo e povoado de excelentes interpretações (já lá vamos), Creed é um filme de boxe bastante acima da média, um drama muito bem conseguido e uma sequela que consegue dar nova vida à saga. Coogler centra-se na personagem de Creed, o futuro da saga, mas consegue avançar com a história de Rocky, que leva o espectador numa emotiva e nostálgica viajem ao passado.

rocky-7-spinoff-creed-apolloMichael B. Jordan é o jovem Creed e tem aqui um excelente trabalho, mais um exemplo de que poderá ser uma das grandes estrelas de cinema. No entanto, a grande surpresa é Sylvester Stallone. Actor sempre relegado ao cinema de acção, Stallone teve, ao longo da sua carreira, poucas hipóteses de provar que conseguia ser mesmo um actor. Aconteceu no primeiro Rocky e no policial Cop Land. Fora isso esteve quase sempre preso dentro de um género que não lhe permite expandir, a nível interpretativo. E é isso que Coogler lhe oferece: um Rocky envelhecido, sem hipótese de regressar aos ringues, sem muita coisa que o prenda à vida e que encontra em Creed uma nova força. Stallone traz de volta o seu Rocky Balboa, sempre num tom nostálgico, numa interpretação tocante e que consegue ainda arrancar alguns momentos fabulosos a nível de interpretação.

creedCreed é um novo rumo para a saga e uma das grandes surpresas de 2015 (ou 2016, considerando que estreou no último dia do ano). Coogler prova que o seu Fruitvale Station não foi sorte de principiante, Michael B. Jordan prova que é um actor a ter grande atenção e Sylvester Stallone prova que, afinal, tem mesmo um grande actor dentro de si, numa das melhores interpretações do ano! Um grande filme, de visualização obrigatória e um grande começo cinematográfico para 2016.

Trailer:

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s