Round 2: The Lone Ranger

Round 2?! O que é isto?! Ora bem, resume-se a isto: decidir rever um filme que não se ingeriu bem à primeira mas que poderá merecer uma segunda oportunidade (e é no segundo visionamento que muitos filmes se aceitam melhor). Para dar início a esta rubrica que irá surgir aqui de vez em quando, escolhemos este The Lone Ranger, fracasso enorme da Disney ed da equipa dos mega-êxitos que são Pirates of the Caribbeans, especialmente para Johnny Depp, que já soma flops há largos anos.

TheLoneRanger2013PosterAo primeiro visionamento (podem ler o texto aqui), acabou-se assim: “The Lone Ranger é um blockbuster de Verão exagerado e com mais olhos que barriga, algo que o matou de vez nas bilheteiras, tornando-o num dos maiores flops do cinema. O filme acaba por ser uma tentativa forçada de repetir o êxito de Pirates of the Caribbean e falha a todos os níveis. No entanto, nem tudo é mau: o filme acaba por divertir quanto baste, especialmente se as expectativas forem nulas (forma ideal de ver o filme). E é sempre bom ouvir o tema principal da personagem, apesar de algo mutilado por Hans Zimmer.”

b96fdfa27ec5487a_MV5BOTQ2MzgzNzYwN15BMl5BanBnXkFtZTcwNTQxODY3OQ_._V1._SX640_SY426_.preview

Após um segundo visionamento, a opinião deste escriba muda para melhor: sim, continua-se a achar que o filme tem cerca de meia-hora a mais. No entanto, as coisas são agora vistas com melhores olhos: os primeiros quarenta minutos iniciam a história muito bem e depois encontramos a altura em que parece que a narrativa estagna. No entanto, depois entramos numa última hora mais movimentada, onde a acção finalmente avança. Quanto à dupla de protagonistas, funciona, apesar de Depp estar a tentar copiar em demasia o seu Jack Sparrow. Já a banda-sonora de Zimmer, já se aceita melhor. As cenas de acção divertem e mesmo os seus exageros acabam por se inserir bem dentro daquilo a que o filme se propõe fazer: divertir.

lone-ranger-trailer-the-lone-ranger-33531256-1920-800Resumendo, nesta segunda experiência com The Lone Ranger, o filme aceita-se melhor, tornando-se num blockbuster imperfeito e demasiado mas que diverte quanto baste, com os ingredientes certos para um filme que tem tais pretensões. Realmente, está longe de ser o desastre que muitos proclamam e, com uma base de fãs que defende o filme (que ganhou um forte aliado no final de 2013, quando Quentin Tarantino o considerou um dos melhores do ano), poderemos estar perante um futuro filme de culto. Veremos. Por agora, este segundo visionamento melhorou bastante o filme.

Trailer:

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s