Inferno

Depois de The DaVinci Code e Angels & Demons, Ron Howard e Tom Hanks regressam ao universo literário de Dan Brown, na terceira aventura protagonizada por Robert Langdon. Aqui Langdon tenta impedir o lançamento de um vírus mortífero, enquanto recupera a sua memória, de forma a descobrir o porquê de estar envolvido no caso.

Howard insiste em tentar fazer destes seus thrillers uma franchise de qualidade. Após falhar com os dois primeiros filmes (apesar de Angels & Demons ser mais competente que o DaVinci), tenta uma terceira vez. Consigo traz Hanks de volta e um elenco talentoso onde encontramos Felicity Jones, Omar Sy e Irphan Khan. No entanto, uma vez mais, Howard prova que o thriller não é algo que domine (o seu único thriller genuinamente bom é o fabuloso Ransom, cim Mel Gibson). Apesar das boas intenções, Inferno é algo bastante atalhoado, trapalhão e preguiçoso, com uma gritante falta de suspense (algo grave num thriller) e com um terceiro acto simples, previsível e seguro (e, segundo ouvi, totalmente diferente do livro de Brown). A juntar a tudo isso, temos ainda a sensação de que anda tudo aborrecido por aqui, começando pot Howard, passando pelo elenco (por mais que os actores se esforcem) e acabando na banda-sonora de Hans Zimmer.

Inferno consegue a proeza de ser o pior filme da trilogia de Robert Langdon, provando assim que estamos perante uma franchise que desperdiça por completo o seu enorme talento envolvido e o seu potencial.

Trailer:

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s