Sessão de Culto #180: The Chronicles of Riddick

Em fuga há já 5 anos, Riddick continua a ser perseguido por caçadores de prémios. Ao encontrar um velho amigo, descobre que há um povo que pretende aniquilar milhões de seres vivos. Em busca do seu passado, Riddick poderá ser a única pessoa capaz de derrotar tal povo.

David Twohy regressa para o argumento e realização deste The Chronicles of Riddick, sequela de Pitch Black. Vin Diesel regressa como o protaginista de serviço. No entanto, aqui perde-se o tom low budget, tendo em conta que se trata de um filme de grande orçamento, uma das apostas da Universal para o Verão de 2004, especialmente pela presença de Diesel, com dois grandes sucessos às costas: The Fast and the Furious e XxX.

Twohy acaba por trazer-nos algo mais atabalhoado que o primeiro filme, tentando ser uma espécie de épico de ficção científica. As intenções são boas mas nem sempre bem executadas. E temos assim uma sequela cara mas mais fraca que o filme original.
The Chronicles of Riddick foi um dos grandes fracassos do Verão de 2004, colocando em risco a credibilidade de Diesel como actor rentável nas bilheteiras. No entanto, apesar do fracasso comercial e crítico, o filme tem sido redescoberto ao longo destes (mais de) 10 anos após a sua estreia, conseguindo ganhar um seguimento de culto. E tal culto permitiu que Riddick voltasse ao cinema mais uma vez (pelo menos, até agora), num regressode Twohy e de Diesel à ficção científica low budget.

Trailer:

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s