Green Book

Hollywood tem uma queda por histórias inspiradoras que tenham no seu cerne uma lição de vida. Se tais histórias foram baseadas em casos reais, melhor ainda. E aqui estão alguns ingredientes necessários para uma presença nos Óscares. Este ano, tal tarefa cabe a este Green Book, drama realizado por Peter Farrelly (um dos irmãos da dupla de realizadores de Dumb and Dumber e There’s Something About Mary) e protagonizado por Viggo Mortensen e Mahershala Ali.

Farrelly traz-nos um drama com contornos de comédia, ambientada nos anos 60, onde tem espaço de manobra para abordar o racismo enquanto desenvolve a relação entre os dois protagonistas. Apesar de nunca surpreender e deambular pelos caminhos vulgares deste tipo de filmes, Green Book faz tudo isto de forma competente e segura, com um argumento bem escrito e com um par de actores em grande forma. Farrelly surpreende pela sua maturidade e Mortensen acaba por ter mais um papel de destaque na sua já grande filmografia.

Não há muito a dizer sobre este Green Book: é o feel good movie do ano, bem contado e realizado, com dois actores em excelente forma e tudo feito de forma segura e competente. Não é exactamente material para Melhor Filme do ano mas tem os requisitos que a Academia gosta para o colocar num dos lugares de honra na categoria de Melhor Filme. Está longe de o ser mas passa bem o tempo.

Trailer:

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s